Delegados de Pernambuco recebem o pior salário inicial do Brasil - AGRESTE CONECTADO

Delegados de Pernambuco recebem o pior salário inicial do Brasil

Share This
Há alguns anos foi implantado no Estado de Pernambuco o programa "Pacto pela Vida", com enfoque na segurança pública. O estado chegou a registrar o maior número de mortes violentas em dez anos no ano de 2017. De acordo com o referido programa, há uma tentativa de controle da violência através de uma gestão empresarial, com incentivos, metas. Os delegados têm metas de investigações para concluir e enorme cobrança sobre a resolução de homicídios, muitas vezes ferindo a autonomia de quem preside o inquérito policial.


Com a recente nomeação dos novos delegados de polícia, agentes e escrivães, fevereiro de 2018, os índices de criminalidade caíram vertiginosamente, o que demonstra o papel fundamental da polícia judiciária no âmbito da segurança pública. Em uma realidade distante dos olhos dos gestores, todavia, estão as condições dos Delegados Substitutos de PE: cobranças maiores, vítimas do desrespeito à Lei 12830/2013 com remoções arbitrárias e congelamento dos subsídios até 2021.  

Como resultado desta crueldade a carreira ocupa o último lugar no Ranking nacional de subsídios de Delegados de Polícia, com apenas R$ 9.070,00 em valores brutos, correspondentes a apenas R$ 7.500,00 em valores líquidos. Em 2017, a classe substituta foi EXCLUÍDA da Lei Complementar 346/2017, que previu aumento para todas as outras classes de Delegado do Estado. Com isso,  chegou-se à irrazoável (e por que não inconstitucional?) diferença salarial:

Valores válidos a partir de 1º de janeiro de 2017 Valores válidos a partir de 1º de janeiro de 2018 Valores válidos a partir de 1º de dezembro de 2018 QAP-S R$ 9.070,00 R$ 9.070,00 R$ 9.070,00 QAP-2 R$ 15.452,07 R$ 17.769,89 R$ 19.793,57 QAP-1 R$ 17.168,97 R$ 19.744,32 R$ 22.762,61 QAP-E R$ 19.076,63 R$ 21.938,13 R$ 26.177,00. O tão sonhado pleito da "carreira jurídica" é deixado aos poucos de lado pelo descaso dos próprios pares,  que tem promovido remoções arbitrárias e punições correicionais pelo livre convencimento da autoridade policial, trocando as garantias e lutas de toda uma carreira por cargos comissionados.

Com a recente nomeação de novos delegados, fevereiro de 2018, os índices de criminalidade teve grandes quedas, o que demonstra que investimentos na polícia judiciária são fundHá alguns anos foi implantado no Estado de Pernambuco o programa "Pacto pela Vida", com enfoque na segurança pública. O estado chegou a registrar o maior número de mortes violentas em dez anos no ano de 2017. Um governo que remunera seus delegados dessa forma, pagando um 'salário' inicial ridículo, acaba prejudicando a segurança pública de seu estado e afetando diretamente toda a população, pois promove o êxodo de delegados de Pernambuco para outros estados da Federação.

Da Redação | delegados.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

BLOG DO AGRESTE PUBLICIDADE: FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO, ACESSE O SITE CLIQUE NO BANNER!

PUBLICIDADE: LÂMINA SELVAGEM CONFIRA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK, CLIQUE NO BANNER!

Nenhum comentário:

Postar um comentário